sexta-feira, 31 de outubro de 2014

PSDB tramou golpe contra Dilma pelo WhatsApp, revela Estadão.

O jornal Estado de S. Paulo, edição desta sexta-feira (31), revela que o PSDB nacional tramou o golpe contra a reeleição da presidenta Dilma Rousseff (PT) através de bate-papo via WhatsApp, aplicativo de mensagens instantâneas.
Mais informações »

Marcos Coimbra: A derrota da oposição para Dilma doeu mais do que aquelas duas infligidas por Lula.

A bela vitória de Dilma Rousseff no domingo 26 encerra a mais longa e mais renhida disputa eleitoral de nossa história moderna. Estivemos a vivê-la nos últimos três anos. Logo após a curta fase de lua de mel com a presidenta, que mal chegou ao fim de 2011, nada aconteceu na política brasileira sem ter relação com a eleição concluída agora.
Mais informações »

O médico Raimundo Benjamin, os filhos Murilo e Heitor e amigos do casal promovem bolo de aniversário surpresa para a bela esposa do 'Doutor', parabéns, Dri, que bolo lindo!

O médico Raimundo Benjamin, os filhos Murilo e Heitor e amigos do casal promovem bolo de aniversário surpresa para a bela esposa do 'Doutor', parabéns, Dri, que bolo lindo! 
Mais informações »

Vitória do PT, derrota da imprensa, marco regulatório e povo no poder.

O Partido dos Trabalhadores ressuscitou. No decorrer dos quatro anos de Governo Dilma Rousseff, o PT foi transformado em carne moída, a alimentar o moedor da imprensa de negócios privados e a ser alvo constante de acusações provenientes do Congresso Nacional, por intermédio das lideranças do PSDB, do DEM, do PPS e até de alguns partidos de esquerda, que fizeram o jogo da direita, a exemplo do PSOL e, posteriormente, o próprio PSB, que abandonou a coligação de 25 anos para concorrer ao cargo de presidente da República com a candidatura de Eduardo Campos, morto em acidente de avião em Santos (SP) e substituído por sua vice, a ex-ministra do Meio Ambiente do Governo Lula, Marina Silva, da Rede Sustentabilidade, partido que ainda não conseguiu se regularizar no TSE.
Mais informações »

A simplicidade do líder Fabrício Torquato, por Rosângela Cunha.

Ele assumiu seu primeiro cargo público em 2008, quando tornou-se vice-prefeito de Pau dos Ferros, mas em 2014 Fabrício Torquato saiu do cenário de coadjuvante, e passou a ocupar um espaço de destaque não somente no Alto Oeste, mas em todo o estado do Rio Grande do Norte, conseguindo de forma espetacular chamar à atenção de todo estado por sua postura de homem simples, cidadão que 'dá gosto chegar junto' e desfrutar nem que seja por um momentinho de sua companhia tranquila, serena, adorável, do bem. 
Mais informações »

Meu abraço especial seguido dos melhores votos de felicidades aos queridos aniversariantes de hoje, 31.

Meu abraço especial seguido dos melhores votos de felicidades, saúde, amor, paz e prosperidade aos queridos aniversariantes de hoje, 31: Williane Dias, Polly Sales, Débora Medeiros e Sidicley Mendes Gomes.
Mais informações »

Promotoria denuncia Aécio por desviar R$1 bi da Saúde.

Ministério Público de Minas Gerais acaba de entrar com mais uma ação pública contra Aécio Neves (PSDB) sobre o desvio de verbas para a Saúde. Desta vez, o montante questionado chega a R$ 1 bilhão em 2009. O valor pode ser somado aos R$ 4,3 bilhões já questionados em processos anteriores.
Mais informações »

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

CONFIRMADO: Aécio usou pesquisa eleitoral com dados enganosos.

Mais informações »

Pelo twitter Danilo Gentili chama presidente Dilma de desempregada e assaltante de Banco.

'APRESENTADOR QUE CELEBROU A DERROTA DE DILMA E DISSE QUE A PRESIDENTE ESTARIA DESEMPREGADA. APAGOU A MENSAGEM LOGO APÓS A DIVULGAÇÃO DAS PRIMEIRAS PARCIAIS OFICIAIS DO TSE QUE APONTAVAM PARA A REELEIÇÃO DE DILMA.'

Mais informações »

Crime eleitoral: Advogado de Youssef confirma armação de Veja.

A situação da revista Veja e da Editora Abril, que atingiu o fundo do poço da credibilidade no último fim de semana, com a capa criminosa contra a presidente Dilma Rousseff, acusada sem provas pela publicação, pode se tornar ainda mais grave.
Mais informações »

As três armações que quase deram a vitória ao tucano Aécio Neves.

Depois de derrotada no segundo turno presidencial com Aécio Neves (PSDB), a velha mídia busca reencontrar-se com a verdade factual. Aos poucos vai revelando o papel nefasto que teve na sórdida campanha contra a reeleição de Dilma Rousseff (PT). São três importantes fatos que se constituem em verdadeiros crimes de imprensa.
Mais informações »

Robinson destaca a participação popular na campanha em entrevista na Band‏.


A importância da participação popular na campanha ao Governo do Estado foi destacada pelo governador eleito para a próxima gestão no Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD) em entrevista na Band com Robson Carvalho nesta quinta-feira (30). “Nossa caminhada e nossa vitória foi feita pelas pessoas anônimas, professores, trabalhadores, profissionais da saúde, policiais que acreditaram no nosso projeto e foram para as ruas pedir votos para o nosso 55”, destacou.
Mais informações »

Infinitos votos de felicidades ao blogueiro Clenildo Maia pela data especial de aniversário no dia de hoje, 30.

Mais informações »

Para esse dia de Finados a Floricultura Glauber Dias está trabalhando com encomendas de coroas de flores e arranjos. Encomendas antecipadas no fone: 9927-2551.

Mais informações »

Campanha de Aécio usou pesquisa com dados enganosos.

No debate da Band, Aécio disse que pesquisas já o mostravam à frenta de Dilma em Minas
Informações de uma pesquisa de intenção de voto do instituto Veritá usadas na propaganda de segundo turno do tucano Aécio Neves são comprovadamente enganosas.
Mais informações »

O sonho e a ousadia, por Alex Medeiros.

Exatos 40 anos separam a vitória de Robinson Faria do sonho do seu pai de ser governador do Rio Grande do Norte. Foi em 1974 que o então empresário Osmundo Faria saiu de Natal para Brasília, informando à família que seria nomeado para o cargo.
O Brasil era comandado pelo general Ernesto Geisel, a quem cabia a nomeação dos governadores. O pai de Robinson era presidente do Bandern e suplente do senador Dinarte Mariz, líder da Arena, que defendia o nome do mossoroense Dix-Huit Rosado.
A indicação de Osmundo para suceder o governador Cortez Pereira fora feita pelo ministro do Exército e seu amigo general Dale Coutinho, que lhe mandou fazer as malas e ir para Brasília, após o porta-voz do Planalto, Petrônio Portela, oficializar o fato.
Na primeira noite no tradicional Hotel Nacional, o empresário dormiu governador, provavelmente sonhando literalmente com a nomeação. Acordou com a notícia da morte do padrinho general e viu a indicação tomar novos rumos na mesa do presidente Geisel.
Ainda no velório de Coutinho, o senador Portela foi procurado pelo também general Golbery do Couto e Silva, aquele que ficaria marcado como o mentor ideológico da redemocratização. Golbery colocou um papelzinho no bolso do paletó do porta-voz.
Lá, no pedaço de papel, estava escrito o nome de Tarcísio Maia, naquele momento histórico residindo no Rio de Janeiro e sem planos políticos a curto prazo. Tarcísio e Golbery eram amigos e tinham encontros fortuitos, por motivos estritamente civis.
O trem da História correu e Osmundo saiu dos trilhos perdendo o vagão do RN para Tarcísio, que iniciou o domínio oligárquico emplacando o primo Lavoisier Maia em seu lugar, que por sua vez nomeou o filho de Tarcísio, José Agripino, prefeito de Natal.
O jovem engenheiro Agripino deixou umas obras que tocava no meio do Maranhão, assumiu a capital potiguar e fez um grande governo, inovador e marcante, se cadastrando para disputar as primeiras eleições diretas para governador, em 1982.
Robinson Faria era um garoto de 23 anos e viu a épica vitória do prefeito contra o mito Aluízio Alves, que retomava os direitos políticos cassados pelo regime militar. Desde a eleição proporcional de 1978, ele já acompanhava as disputas políticas no Estado.
Na eleição seguinte, em 1986, guiado pela visão empreendedora do pai, Robinson estreou como candidato a deputado estadual e venceu. Quatro anos adiante, se reelegeu e um ano depois, 1991, sofreu o duro golpe da morte prematura de Osmundo Faria.
Nos seus dias de luto, muitos foram os palpites de que sua carreira política se enterrara junto com o corpo do pai; mas o que se viu foi sua habilidade e sua ousadia ocuparem espaço, fazendo dele um constante campeão de votos na Assembleia Legislativa.
Na condução do legislativo, mostrou uma liderança além dos palanques e abriu a casa à sociedade, modernizando-a material e institucionalmente. Nas urnas, os correligionários do Agreste consagraram sua influência nas vitórias aos governos de Wilma e de Rosalba.
Eleito vice-governador em 2010, rompeu com a governadora Rosalba nos primeiros meses de gestão e saiu perambulando pelo estado com uma solitária bandeira de oposição e no contrafluxo da onda de adesão ao governo engendrada pelo PMDB e PR.
Consciente da condição de coxo, praticamente isolado, comandando um pequeno e recém-fundado partido, o PSD, que mais parecia um exército brancaleônico, Robinson agarrou-se ao sonho de um dia governar o estado e partiu cedo para tentar realizá-lo.
O sonho parecia a colcha de Penélope, costurado a cada dia em pedacinhos renovando as forças diante do impossível, mas um impossível vestido de esperança que não cansa de esperar. Não era fácil o caminho a trilhar, não faltaram desilusões no seu caminhar.
No ano passado, vendo de perto a trajetória e a luta de Robinson, me remeti algumas vezes a um poema de Alex Polari, ex-militante da esquerda dos anos 60: “Mesmo com tanta ilusão perdida, quebrada, mesmo com tanto caco de sonho, onde até hoje a gente se corta”.
Ele tinha a exata noção das dificuldades, mas não perdia um milímetro do volume de ousadia fervendo no sangue, movida por seu sonho, aquele sonho quebrado em 1974 diante do pai. E muitas vezes, lembrava do estímulo de Osmundo no começo da carreira.
Atravessou 2013 levantando a poeira de alguns tropeços, lambendo as feridas das traições improváveis e apanhando os cacos do sonho para remendá-lo com os fios da sua ousadia. E foi seguindo em frente, devagar, na esperança que não cansa de esperar.
Ouviu todos os conselhos de desistência, rebateu as propostas de recuo, refutou os convites de coadjuvante no teatro eleitoral, tendo que enfrentar pré-candidatos invisíveis e invencíveis, cada um desenhado estrategicamente no quadro político dos líderes.
Robinson optou pela plateia em detrimento aos protagonistas e saiu pelas cidades costurando seu sonho e fazendo dele um sentimento coletivo. Até ver-se diante de um poder de dezessete partidos, sete ex-governadores, dezenas de deputados e prefeitos.
Tinha apenas um sonho e um discurso como arma de combate. E o discurso era bater no que chamou de “acordão”, a monstruosa aliança liderada pelo deputado federal Henrique Alves (PMDB), hoje o mais hábil e experiente líder político da velha guarda.
Com o pequeno PSD, fortalecido no estado pela bravura dos deputados Fábio Faria, seu filho, e José Dias, seu dileto amigo, além das novas lideranças municipais representadas por Galeno Torquato, Silveira Junior e Disson Lisboa, Robinson partiu para a batalha.
As remotas chances sugeriam a poesia de Chico Buarque em sua versão quixotesca: “vencer o inimigo invencível, negar quando a regra é vender”. E o discurso contra o “acordão” soou bonito aos ouvidos do PT de Fátima Bezerra e de Fernando Mineiro.
Não foi fácil, mas os dois líderes estaduais petistas conseguiram tanger o partido para o sonho de Robinson, àquela altura não mais um sonho solitário e sim uma realidade coletiva palpável e possível, energizada na força inabalável da família e dos amigos.
Robinson Faria enfrentou agruras que somente ele um dia poderá torná-las públicas, sofreu no corpo e na alma as consequências da ousadia de tentar realizar seu sonho de servir ao seu estado no mais alto cargo político-administrativo que quase foi do seu pai.
Afora ele, apenas Julianne Faria, a dedicada esposa e companheira, que se fez valente e gigantesca num perfil até então discreto e meigo, sabe tanto o preço emocional da vitória histórica do domingo, 26 de outubro de 2014. Uma vitória maiúscula, diga-se.
Julianne foi a força extra quando ele sozinho parecia não poder mais avançar sobre obstáculos quase intransponíveis, aqueles que nos sugam a energia vital. E dela ele renovava seu sonho e saía a juntar os pedaços na jornada, sempre crendo na sua fé.
O grande poeta do povo alemão, Goethe, disse que “quando uma criatura humana desperta para um grande sonho e sobre ele lança toda a força de sua alma, todo o universo conspira a seu favor”. Robinson sempre acreditou em algo semelhante a isso.
Ousado, ele soube fazer a leitura do universo silencioso do eleitorado potiguar rejeitando a grande aliança das forças políticas tradicionais. E foi à luta. Quem poderia acreditar na derrota de Henrique? Ele, Robinson Faria, o governador do Rio Grande do Norte. (AM)
Mais informações »

Prefeito de Pau dos Ferros, Fabrício Torquato, anuncia que fará mudanças em sua equipe administrativa.

O Prefeito de Pau dos Ferros, Fabrício Torquato, anuncia que, a partir da próxima semana, fará uma ampla reforma em sua equipe administrativa objetivando implantar um novo ritmo de trabalho à sua gestão para o biênio 2015-2016. 

O anúncio dessa reforma acontece no momento em que o Prefeito Fabrício conta com novos parceiros políticos para viabilizar os projetos administrativos do município.

De acordo com Fabrício, o ajuste é fundamental para que a equipe trabalhe em sintonia com o conceito "Mais trabalho, mais compromisso" de sua administração. 

"Estamos com os parceiros certos que vão ajudar Pau dos Ferros a conseguir recursos estaduais e federais. Então, precisamos ajustar a equipe para obter mais empenho e eficiência na prestação dos serviços públicos que são ofertados à população", disse o gestor.

Segundo as informações repassadas, a reforma administrativa, que contemplará diversas áreas da administração, deverá ser anunciada pelo Chefe do Executivo logo no início do mês de novembro.
Mais informações »

Muito a vontade o professor Nota 10 umarizalense Emanuel Coringa recebeu blogueiros em sua residência e falou com alegria e muita emoção da importância do prêmio.

'Formado em Teatro pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Emanuel “Coringa”, como é mais conhecido, desenvolveu o trabalho "Lugar de Circo É na Escola" com o objetivo de levar a arte circense para as salas de aula da escola em Macau. "Contei com o apoio total da direção, que abriu as portas e apoiou minha ideia”, explica o mestre-ator, que teve o trabalho vencedor avaliado entre cerca de 3.500 projetos enviados de todo Brasil. Desde o começo de 2014, Emanuel faz parte do quadro da Escola Estadual Santos Dumont, em Parnamirim.'
 "Circo é lugar de palhaço? Acho que vou mudar o nome do meu coração para circo."
Mais informações »

César Santos, do “Jornal de Fato”, Mossoró, RN, diz em artigo: “José Agripino perdeu perdendo”.

Nenhum político do Rio Grande do Norte saiu das eleições mais derrotado do que o senador José Agripino Maia, mesmo sem ter sido candidato a nada.
Saiu menor sob o ponto de vista político e ético.
Político, porque o seu partido, o Democratas, perdeu mandatos; ético, porque ele conduziu o golpe contra a governadora Rosalba Ciarlini.
Somadas as duas coisas, a imagem de político honrado, coerente e vencedor ficou desconfigurada.
Não cabe aqui – nem esse é o papel do colunista – apontar quais motivos levaram o senador a uma postura tão distante do perfil político e histórico.
O fato é que Agripino se apresentou diferente.
Quem imaginaria, por exemplo, o homem público polido, como ele, fazer discurso de baixo nível, como o que ele pronunciou que subiria em pé de coco para pedir votos para seu candidato Henrique Alves (PMDB).
Não era Agripino, aquele que se apresenta na televisão mostrando altivez na oposição ao governo do PT, apontando o dedo para a corrupção e improbidade administrativa.
Se fosse, certamente, não teria se abraçado a mais de dez grandes escândalos representados por seus aliados de palanque.
Aliás, esse foi o grande erro.
Para apoiar Henrique, Agripino teve de eliminar uma companheira política de 40 anos, fiel em todos os momentos de sua carreira pública, da forma mais agressiva possível, com o cajado da ditadura.
O argumento de que não deixaria a governadora ser candidata à reeleição para fortalecer o seu partido foi tão verdadeiro quanto uma nota de R$ 3,00.
Ora, veja, não precisa ser esperto para saber que partido que não disputa governo não se fortalece, muito menos ajuda a eleger deputados.
A prova: o DEM entrou nas eleições com seis mandatos e saiu com quatro, incluindo o de Agripino, que não foi colocado em disputa.
Certamente, o saudoso governador Tarcísio Maia não abonaria a conduta do seu único herdeiro político.
Agora, Agripino tem a missão de reconstruir a carreira política, a partir da recuperação de sua imagem, para tentar chegar inteiro nas eleições de 2018, quando o seu mandato estará em julgamento.
Paralelamente, o senador terá de trabalhar muito para evitar o sepultamento do Democratas e cumprir a palavra, dita no passado recente, que não seria o coveiro do seu partido.
Ele pode até não enterrar, mas o DEM está morto e só o milagre da ressurreição impedirá o seu sepultamento.
Ou, José Agripino Maia pode cremar e jogar as cinzas onde estão depositadas as memórias da Arena e PDS, siglas que existiram sob o manto da ditadura.
Mais informações »

PMDB e tucanos dão tiro no pé: derrota na Câmara é vitória de Dilma junto ao povo.

Mais informações »

Veja essa: Alckmin “pede água” a Dilma.

alckmin_dilma
Três dias após as eleições, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), anunciou nesta quarta-feira 29 que irá procurar a presidente Dilma Rousseff com pedidos de recursos financeiros e desoneração de impostos para que São Paulo enfrente a pior crise hídrica dos últimos 84 anos. O tom foi diferente do período das eleições, quando ele e Dilma trocaram acusações sobre o problema da água.
Mais informações »

Batata da Veja/Tucanos assa na PF. Suspeita de armação em depoimento de Youssef.

http://www.cartacapital.com.br/blogs/midiatico/pf-suspeita-de-armacao-em-depoimento-de-youssef-diz-jornal-3259.html
Segundo o jornalão "O Globo", a Polícia Federal tem indícios de que a capa da revista Veja às vésperas das eleições para tentar eleger Aécio Neves (PSDB) pode ter sido resultado de uma operação criminosa premeditada.

O advogado de defesa do doleiro Alberto Youssef, com fortes vínculos c/ o governo de Beto Richa (PSDB-PR), pediu para retificar o depoimento do doleiro. Aí incluiu uma pergunta para Youssef responder que "acreditava, pela dimensão do caso, não teria como Lula e Dilma não saberem".

A declaração de Youssef é mera opinião pessoal, não é testemunho, por isso, oficialmente, nem o incrimina apenas por esta declaração. Mas a partir do momento que pode ter sido planejada com fins de produzir a capa da Veja e trapacear o processo eleitoral, ganha outros contornos de crimes bem mais graves envolvendo bem mais gente. Precisa ser investigado à fundo.

Eis a notícia no jornalão "O Globo", em notinha pequena e escondida:


A Polícia Federal abriu inquérito para investigar as circunstâncias do vazamento de trechos de um depoimento em que o doleiro Alberto Youssef cita a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula. Investigadores da Operação Lava-Jato suspeitam que Youssef foi estimulado a fazer declarações sobre Dilma e Lula, numa manobra que teria, como objetivo, influenciar o resultado das eleições presidenciais.
.
Trechos do depoimento foram divulgados pela revista “Veja”, quinta-feira passada. Dois dia antes, Youssef prestara um depoimento, como vinha fazendo desde o início da delação premiada. No dia seguinte, um de seus advogados pediu para fazer uma retificação no depoimento anterior. No interrogatório, perguntou quem mais, além das pessoas já citadas pelo doleiro, sabia das fraude na Petrobras.
.
Youssef disse, então, acreditar que, pela dimensão do caso, não teria como Lula e Dilma não saberem. A partir daí, concluiu-se a “retificação” do depoimento. No dia seguinte, trechos do depoimento foram publicados pela revista, com a informação de que o doleiro teria dito que Dilma e Lula sabiam das fraudes na Petrobras.
Mais informações »

Parabéns para a professora, cunhada e amiga, Neuma Menezes. Feliz aniversário!

Parabéns para a professora, cunhada e amiga, Neuma Menezes, hoje (30) é dia de festa, dia de festejar a VIDA. Feliz aniversário, que Deus continue abençoando a tua vida e a de todos que fazem parte dela, e que Ele, te dê mais, felicidades, amor, alegria e paz. Na foto ela aparece com o seu love, meu irmão Paulo Roberto Cunha.
Mais informações »

Diaconia promove Segunda Semana da Alimentação em Umarizal.

A Diaconia realiza nos dias 30 e 31 de Outubro no Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Umarizal (STTR), a segunda edição da Semana da Alimentação (SEIA). Com o tema “Alimentação saudável: plante essa ideia”, o evento tem como objetivo promover o direito à alimentação de qualidade, direito básico inerente a todo ser humano, e também estimular práticas alimentares saudáveis.
A programação conta com palestras e debates sobre educação alimentar e nutricional. No primeiro dia, o Articulador Estadual do SEAPAC Procópio de Lucena acompanhado pelo agricultor Chico Elpídio ministram a palestra sobre o patrimônio genético da agricultura familiar “Sementes da Caatinga, Sementes da Resistência”. No período da tarde, o presidente do Conselho Nacional de Segurança Alimentar (CONSEA) do estado do Rio Grande do Norte  Jean Pierre debate o tema Segurança Alimentar e Nutricional.
No segundo dia, o educador popular Nilton Junior da Comissão Pastoral da Terra - CPT  de Mossoró  participa da mesa redonda sobre transgênicos. Para encerrar, o agricultor Oséas Ramalho da comunidade de Galho do Angico (Caraúbas - RN) integra o grupo temático sobre sementes crioulas onde colabora com sua experiência de agricultor familiar.
Para o coordenador Leonardo Freitas, a SEIA é mais um espaço de incidência política promovido pela Diaconia na região que se incorpora ao calendário anual de eventos da cidade e prioriza uma pauta de ações relevantes acerca da segurança e soberania alimentar.  “Nesta edição buscamos priorizar atividades de formação. Além disso, a nossa proposta é tratar o tema também sob a perspectiva da agricultura familiar”, completa Leonardo.
A SEIA reúne agricultores familiares, estudantes, representantes da sociedade civil e de organizações governamentais.
Mais informações »

IV Encontro Universitário de Hispanidades - IV EUH.

PROGRAMAÇÃO
DIA 03 – SEGUNDA-FEIRA
13:00 – 17:00 – CREDENCIAMENTO
19:00 – Cerimonia de abertura 
Prof. Dr. Mario Lourenço
Vice-diretor do CERES
Profa. Dra. Josilete Alves
Chefe do departamento de Letras
Prof. Ms. Rogério Mendes
Coordenador do curso de Letras
Prof. Dr. Alexandro Teixeira Gomes
Coordenador do IV EUH
Andréa Araújo
Representante discente
19:30 - 21:00 - Mesa redonda
A implementação da lei 11.161 
Representante da DIRED 
Professor UFRN 
1º lugar concurso de espanhol do estado
21:00 - 21:30 - Apresentação cultural
21:30 - 22:30 – Palestra
Os estudos do texto e do discurso e o ensino de 
línguas
Prof. Dr. Alexandro Teixeira Gomes

Dia 04/11 – TERÇA-FEIRA
13:00 - 17:00 - Exibição de filme com 
comentários do Prof. Ms. Rogério Mendes 
(UFRN)
19:00 - 22:30 – Minicursos do 1º dia
BÚSQUEDAS EXPERTAS PARA PROFESORES 
DE ESPAÑOL – CÓMO ENCONTRAR OBJETOS 
VIRTUALES DE APRENDIZAJE Y 
LLEVARLOS A CLASE
Prof. Lindenilson Lopes (UERN)
CONTAR CUENTOS: HERRAMIENTAS 
LÚDICAS PARA MOTIVAR LA PRÁCTICA 
ORAL DE ALUMNOS DE LENGUA ESPAÑOLA 
Profa. Alécia Soares (UERN)
Profa. Rafaela Rodrigues (UERN)
INTRODUÇÃO À ESPANHA MULTILINGUE
Prof. Miguel Linhares (IFRN)
LEITURA, ESCRITA E REESCRITA DE 
TEXTOS 
Profa. Ana Paz (UFRN)
FUNDAMENTOS EPISTEMOLÓGICOS PARA O 
ESTUDO DA ARGUMENTAÇÃO LINGUÍSTICA
Prof. Maria das Vitorias Nunes Silva Lourenco
(FAS)
INTRODUÇÃO À ANÁLISE TEXTUAL DOS 
DISCURSOS 
Prof. Alexandro Teixeira Gomes (UFRN

Dia 05/11 – QUARTA-FEIRA
13:00 - 17:00 - Sessões de comunicação
19:00 - 22:30 – Minicursos do 2º dia
VOSEO: VAMOS A HABLAR CON VOS 
Prof. Flávio Baistrocchi (UFRN)
¿BARROCO, POR QUÉ NO?
Prof. Samuel Anderson (UFRN)
PRODUCCIÓN DE MATERIAL PARA CLASES 
DE ESPAÑOL 
Profa. Izabel Nascimento (UFRN)
LEXICOGRAFÍA PEDAGÓGICA: LOS 
DICCIONARIOS MONOLINGUES DE LA 
LENGUA ESPAÑOLA PARA EXTRANJEROS 
Profa. Marcia Rejane (UFRN)
REPRESENTAÇÕES DA MASCULINIDADE NA 
LITERATURA ANGLO-AMERICANA
Prof. Hélio Dias (UFRN)
CHINGONA! ESPANGLIS/SPANGLISH COMO 
DISCURSO LIBERTADOR E DE 
EMPODERAMENTO NA POESÍA CHILENA, 
PRINCIPALMENTE DA GLÓRIA ANZALDÚA.
Profa. Jennifer Sarah (UFRN)
LORCA ANIMADO 
Prof. Carlos Barata (UFRN)

Dia 06/11 – QUINTA-FEIRA
13:00 - 17:00 - Exibição de filme FRIDA 
com comentários do Prof. Dr. Amarino
Queiroz (UFRN)
19:00 - 20:30 – Mesas redonda
1-Ensino de línguas no contexto das novas 
tecnologias
Profa. Dra. Ana Maria de Oliveira Paz (UFRN)
Prof. Ms. Carlos Barata (UFRN)
Prof. Dr. Lucineudo Machado Irineu (UERN)
2-Literatura, Ética e Cultura e a formação 
humanística do Aluno de Letras em tempos de 
Mass Media
Prof. Dr. Amarino Oliveira Queiroz (UFRN)
Prof. Ms. Rogério Mendes (UFRN)
Prof. Ms. Eidson Miguel (UFRN)
20:30 - 21:30 – Palestra de encerramento
O ensino de Espanhol no Brasil pós-lei 11.161: 
reflexões sobre políticas públicas e políticas 
linguísticas 
Prof. Dr. Lucineudo Machado Irineu (UERN)
21:30 - 22:00 - Apresentação cultural
22:00 - 22:30 - Encerramento do evento

OBSERVAÇÕES:
1- Cada aluno poderá fazer até dois minicursos 
inclusos no valor da inscrição;
2- Cada aluno poderá apresentar até três 
trabalhos;
3- Em caso de apresentação em dupla, cada 
aluno deverá pagar sua inscrição 
separadamente;
4- Cada comunicação terá 15 minutos para 
exposição e 05 minutos para debate;
Mais informações »

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Vamos ficar atentos e atentas a todos os parlamentares que votarem contra o povo, por Angela Mendes, via Facebook.

Amigos e Amigas (me permitam chamá-los assim), acabou a euforia da eleição, agora é arregaçar as mangas pra ajudar nossa Presidenta a fazer um mandato mais popular, mais próximo de nós. As retaliações já começaram, a oposição com o apoio da bancada do PMDB (?) já derrotou o projeto dos Conselhos Populares na Câmara e estão tentando melar a Reforma Política também, querendo impor seu 'modus operandis' e sem força política Dilma tende a ceder, nós somos sua força, a força popular e já mostramos do que somos capazes pelo nosso projeto, afinal são inúmeros os analistas que já defenderam a tese de que a militância tanto presencial como a virtual foram imprescindíveis pra nossa vitória; Vamos ficar atentos e atentas a todos os parlamentares que votarem contra o povo e vamos criar fóruns ou fortalecer os já existentes para fazer esse debate e acompanhamento das atividades do Congresso, pois eles vão tentar minar o governo até 2018, sem o apoio da base realmente será difícil realizar um bom mandato, acho que nós, sociedade civil organizada temos que fazer essa reflexão. Vamos conversar galera. Por Angela Mendes, via Facebook.
Mais informações »

Câmara derruba decreto de conselhos populares e impõe 1ª derrota a Dilma após reeleição.

Deputados da oposição comemoram a derrubada de decreto (Foto: O Globo)
O texto segue para votação no Senado. A derrubada da medida foi capitaneada pelo presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), com apoio do PMDB, principal aliado do Planalto, partidos da base aliada e da oposição.
O PT, PC do B e PSOL, favoráveis à consulta popular, ficaram isolados na defesa da proposta.
O projeto de Dilma foi rejeitado por votação simbólica, que não contabiliza os votos.
O decreto é polêmico. Partidos de oposição e alguns integrantes da base governista alegam que o ato fere prerrogativas do Legislativo. Além disso, dizem que a intenção do governo é aparelhar o processo de decisão governamental, a exemplo do que ocorre na Venezuela.
O texto determina que os órgãos da administração pública federal “deverão considerar” as novas regras, entre elas o desenvolvimento de mecanismos de participação dos “grupos sociais historicamente excluídos” e a consolidação “da participação popular como método de governo”.
A expressão “deverão considerar” é central para o debate. O governo diz que não há obrigação do gestor de submeter os atos aos conselhos, apenas o estímulo. Oposição e congressistas têm interpretação contrária.
Além disso, o decreto estabelece orientações genéricas de como se dará a composição desses conselhos. A norma instituiu a chamada Política Nacional de Participação Social (PNPS), com o objetivo de “consolidar a participação social como método de governo” e aprimorar “a relação do governo federal com a sociedade”.
Atualmente, há 40 conselhos e comissões de políticas públicas no Brasil, formados por 668 integrantes do governo e 818 representantes da sociedade. As atribuições variam de acordo com cada conselho, que podem ser consultivos, deliberativos, ou os dois.
Para o líder do PT, Vicentinho (SP), a votação na Câmara foi motivada por “birra pós-eleitoral”. “A presidente quer ampliar a participação popular”, afirmou.
Autor do projeto que cancela os conselhos, o líder do DEM, Mendonça Filho (PE), disse que era preciso reverter ” esse decreto bolivariano”.
O deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA) disse que a rejeição do decreto é educativa para Dilma. “Essa derrota é para manifestar que o discurso de diálogo, pregado pela presidente, não pode ficar só na teoria”, afirmou.
“É uma votação histórica, é a manifestação de altivez desta Casa”, afirmou Alves.

RETALIAÇÃO
A derrota de Dilma foi colocada por petistas na conta pessoal de Alves, que creditaram a movimentação à ressaca por sua derrota na disputa pelo governo do Rio Grande do Norte. O presidente da Câmara atribuiu ao PT, em especial ao ex-presidente Lula, que gravou vídeo para seu adversário, seu desgaste nas urnas.
O peemedebista negou que a deliberação das propostas seja retaliação ao governo. Ele afirmou que há três meses o projeto sobre os conselhos estão como o item prioritário da pauta. Ao longo da sessão que durou mais de duas horas, o deputado cobrou a presença dos parlamentares em plenário e pressa nas falas dos deputados.
Segundo líderes aliados, Alves voltou com “sangue nos olhos”, sem disposição para o diálogo. Antes de chamar a votação do decreto e marcar para os próximos dias a análise de propostas com impacto fiscal, a chamada pauta-bomba, o peemedebista cobrou o PT por ter manobrado para impedir o avanço de uma proposta de reforma política fechada no ano passado, após os protestos de junho.
A fala ocorre depois de a presidente Dilma Rousseff ter apresentado como uma de suas principais bandeiras para o segundo mandato a realização de plebiscito para discutir uma reforma.

“Na Comissão de Constituição e Justiça, uma obstrução do PT impediu que fosse votada [a proposta]. Então, não é apenas discurso de fazer [a reforma política]. É tomar posições para perder ou para ganhar”, afirmou Alves.

Alves costurou nesta terça o apoio dos líderes para destravar a reforma política na CCJ. Ele recolheu 15 assinaturas em um requerimento pedindo que a comissão analise a proposta discutida no ano passado.
Entre as medidas que fazem parte desta reforma que está engavetada, estão o fim da reeleição para cargos no Executivo, o fim do voto obrigatório, facilidades para criação de partidos, medidas para restringir a atuação de legendas com desempenho ruim nas eleições para deputados federais, além de engessar alianças eleitorais.
Antes de desembarcar na Câmara, ele ainda conversou com o vice-presidente, Michel Temer. Interlocutores disseram que Alves avisou sobre o clima e a pauta complicada para o retorno da Câmara após as eleições.
Seguindo orientação de correligionários, ele evitou polemizar com o ex-presidente Lula e afirmou que já “deletou” o episódio. Ele destacou ainda que tem “maturidade” para entender “circunstâncias do momento”.
A aliados, Alves tem dito que pretende retornar ao Rio Grande do Norte, quando deixar o comando da Câmara em janeiro. Ele afirmou ainda que não está em seus planos assumir um eventual ministério da cota do PMDB em um novo mandato de Dilma.
FolhaPress
Mais informações »

Em vídeo postado na noite desta terça-feira, o ex-presidente Lula agradeceu o apoio do povo e disse que os eleitores deram uma lição ao País.

Em vídeo postado na noite desta terça-feira, o ex-presidente Lula agradeceu o apoio do povo e disse que os eleitores deram uma lição ao País. “Eu acho que o povo brasileiro, com todas as divergências, com todos os seus votos diferenciados, deu uma lição de política nos políticos”.

Assista ao vídeo:

Segundo ele, o Brasil melhorou muito com programas sociais como o Bolsa-Família: “A miséria absoluta acabou, as pessoas ganharam cidadania e quem mais ganhou com isso? Ganhou a classe média, ganharam as empresas”. 
Lula também fez também um manifesto contra o ódio e o preconceito: “Mais generosidade e menos preconceito vai fazer um bem imenso ao País”; “Faço um convite a você que tem preconceito: abra seu coração, abra sua alma e dê uma chance a quem tem menos”.  

Desde a vitória da presidente Dilma Rousseff neste domingo, ele já não esconde mais seu desejo de voltar ao poder em 2018. A ideia foi publicamente defendida pelo presidente do PT, Rui Falcão, e pelo ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante.

Ele teria dito a aliados que pretende atuar de forma mais efetiva no segundo mandato de Dilma Rousseff para evitar maiores desgastes do governo com a base aliada, como tem ocorrido nos últimos anos. Busca também corrigir o distanciamento dos movimentos sociais, o afastamento com empresários e o excesso de centralização nas ações.

Lula afirma que quer ser mais ouvido quando em situações de crise e dificuldades com o Congresso. Em entrevista nesta terça (28) ao SBT, Dilma disse que “o que o Lula quiser ser, eu apoiarei”.

Fonte: Esmael
Mais informações »

Hoje é o dia do meu amor Ulisses Neto. Amor, parabéns, Por Clarice Anilena, via Facebook.

Hoje é o dia do meu amor Ulisses. Amor, parabéns, e obrigado por ser esse marido que  és, dedicado, cuidadoso, amoroso, carinhoso,r responsável, um excelente dono de casa, enfim, fui presenteado com o melhor marido do mundo. Só tenho a agradecer a Deus por ter lhe colocado em minha vida, o aniversário é seu e quem ganha o presente sou eu. Te amo ate ficar velhinha GaGa. Por Clarice Anilena, via Facebook.
Mais informações »

terça-feira, 28 de outubro de 2014

O que Dilma quis dizer com “Não vai ficar pedra sobre pedra”.

Por volta das 19 horas de domingo, faltando uma hora para o TSE divulgar o resultado da eleição presidencial devido ao fuso horário que fez o Norte do país continuar votando enquanto as outras regiões já tinham encerrado a votação, sintonizei a Globo News. O semblante dos comentaristas já indicava que Dilma Rousseff fora reeleita.
Mais informações »

# Compartilhar

Twitter Facebook Google Plus LinkedIn RSS Feed Email Pinterest

Google + Followers

Seguidores

Este blog é 100%!

Este blog é 100%!

Minha entrega.

Minha entrega.

Balas do Baleiro.

Balas do Baleiro.

Deixa o amor ser sua saída.

Deixa o amor ser sua saída.

54.501.118 Beijos!

54.501.118 Beijos!

Buda lindo!

Buda lindo!

O Nordeste é lindo!

O Nordeste é lindo!

A verdadeira liberdade.

A verdadeira liberdade.

Eis o segredo!

Eis o segredo!

Escute o seu coração!

Escute o seu coração!

Acorde cedo, acorde feliz!

Acorde cedo, acorde feliz!

Tenha bondade, então!

Tenha bondade, então!

Entenda!

Entenda!

Somente!

Somente!

'Sou apenas o meu tipo inesquecível.'

'Sou apenas o meu tipo inesquecível.'

Eu faço arte!

Eu faço arte!

Eu tão!

Eu tão!

Nosso Padroeiro!

Nosso Padroeiro!

Porque Ele me ama!

Porque Ele me ama!

Meus amores!

Meus amores!

Aprendi!

Aprendi!

Eu te desejo AMOR!

Eu te desejo AMOR!

By Yago Silvestre


Mano Onofre

Armando Araújo

Armando Araújo

Sou GIRAMUNDO!

Sou GIRAMUNDO!

Karla Simone




Agmar Dutra

Agmar Dutra

AZ Araújo

AZ Araújo

Miragem Construções

Miragem Construções

FarmaVida

FarmaVida

Ikaro CDs

Ikaro CDs

TotalInfo



Troca de Óleo do EZINHO

Troca de Óleo do EZINHO

Quem sou eu

Minha foto

'Não me preocupo com a vida de ninguém, não me interesso se estão andando com as pernas para cima ou para baixo; o que me importa nas pessoas não é o que elas fazem, mas o que elas dão de si. Prefiro julgar-lhes mais o íntimo do que as aparências. Não sei se me faço entender, porque tenho uma forma que parece esquisita de ver as coisas. Sou meio diferente das outras pessoas, pois elas se preocupam com certas coisas que a mim absolutamente não afetam.'

Facebook

Encontre-me no PENSADOR

Indique o nosso site!


Siga-me no Instagram!

Instagram

Email






  • Total de visualizações

    Rede Oeste Umarizal

    Rede Oeste Umarizal

    Ramon MultiMarcas


    Mestre do Zumba

    Mestre do Zumba
    Tel: (84) 9818.3157

    Kaio Dias


    Ricardo FOTOS


    Cap. Príncipe das Virtudes nº 550


    Arquivo do blog

    Por onde ando...

    Copyright © Uzl em Fatos e Fotos | Traduzido Por: Yago Design - Galera Na Mídia